Logo
European Vegetarian and Animal News Alliance (EVANA)
Select language:
en de fr pt es
it nl ro sl sq sv


Book recommendation:
Paving the Way for Peace: Living Philosophies of Bishnoi and Jains
Join us on
facebook logo
Facebook!




RSS engl.
RSS all lang.

Donation to EVANA.

Florence Burgat: “Quando os sofrimentos são suportados pelos animais, simplesmente compete-nos pará-los”

4 de Outubro é o Dia Mundial do Animal

Estamos a 4 de Outubro de 2009

Como é dia de S. Francisco, 4 de Outubro foi declarado Dia Mundial do Animal. Um dia por ano. Não para nos lembrar a maneira como nós humanos temos tratado os animais ao longo dos séculos e pensar como tal terá sido possível. Não, este é um dia por ano para falar acerca do que eles têm de suportar diariamente em todo o mundo, sem qualquer alívio e desde tempos imemoriais.

Quando mudarão alguma vez as coisas?

Duas coisas mudaram de facto na negra história dos animais. A primeira coisa é que nunca antes se mataram tantos animais e nunca tantos foram explorados. Nunca as condições para os animais foram tão más. Biliões estão aprisionados em bunkers industriais, chacinados a bel-prazer, baleados, envenenados ou presos em armadilhas, pescados, capturados pelo seu pêlo ou “exotismo”, usados em laboratórios, subjugados e mutilados em circos, enlouquecendo devido ao isolamento em jardins zoológicos…

A urgência aumenta porque agora temos meios tecnológicos e científicos para os explorar cada vez mais: mais carne, mais leite, mais conhecimento científico, mais de tudo…

O mundo dos animais está exaurido. Os humanos estão prestes a erradicar os últimos animais livres em benefício do gado, manipulado para agradar às nossas necessidades, incluindo as mais fúteis. É esta a situação.

A segunda coisa é que surgiu um movimento global estruturado e com ímpeto para a protecção e defesa dos Direitos dos Animais. Este movimento enforma e investe toda a energia disponível com vista a neutralizar a indiferença ou ignorância das pessoas que na sua maioria não fazem ideia no que se envolvem ao comprar produtos aparentemente inofensivos: uma peça de fiambre, um iogurte, um par de sapatos, um baton.

Quando mudarão finalmente as coisas? Frequentemente lamentamos a nossa impotência quando ficamos a saber o que se passa no mundo humano da tortura, crime, raptos. Quando estes sofrimentos são suportados pelos animais, simplesmente compete-nos pará-los: informando-nos e abstendo-nos de comprar produtos resultantes da exploração animal. A escolha é nossa praticamente de todas as vezes; uma alternativa está quase sempre disponível.

Ponhamos fim a caminhar cabisbaixos, cegos e surdos, apesar do facto de muito permanecer escondido para que ninguém veja nem ouça.


----------------------------------------------------
Dr Florence Burgat é um filósofo e Director de Pesquisa (Inra / universdade de Paris I)


Source: Book French 'Les animaux d’elevage ont-ils droit au bien-être? '(2001) - English translation: Do farm animals have the right to well-being?
Author: tradução de Ana Soares

Link: Florence Burgat: 'Our demands towards the well-being of animals'
Link: The Status of Animals: Philosophical and Ethical Aspects

Date: 2009-10-04

Other EVANA-articles about this topic:
Florence Burgat: 'S’agissant des souffrances endurées par les animaux, il ne tient qu’à nous d’y mettre fin' (fr)

Share

Filter: 
1-13
2020-01-25
2013-05-29
seedling in soil
2013-01-19
German Agriculture Minister Aigner and FAO head Graziano da Silva urge international community to develop principles for responsible investments
2013-01-17
2013-01-17
2013-01-17
2013-01-04
2013-01-03
2013-01-03
2013-01-03
2012-12-30
2012-12-29
2012-12-28
photo GerdAltmann_pixelio.de
1-13

For correspondents:
Username:

Password: